Buscar
  • Gan tea

Por que o cheiro do solo após a primeira chuva é tão bom?

Atualizado: 6 de jul.

A chuva é uma benção!

A sensação da chuva caindo e inebriando os nossos sentidos é uma memória ativa. Quem não já teve uma experiência única e especial relacionada a chuva?


Sabe aquela sensação de limpeza e frescor e aroma todo especial daquela chuva caindo e molhando o solo seco. Este aroma que nos encanta tanto provém da chuva atingindo o solo e muitos de nós estamos familiarizados com esse cheiro. Mas por que  esse " cheiro de chuva" é tão inebriante e nos encanta?


Se a água em si é inodora, então, qual o segredo por trás desse odor?

A resposta para isso ou melhor a palavra, o conceito, ou até mesmo a sensação, tem nome e pode ser chamada de Petrichor !


Petrichor é o perfume terroso produzido quando a chuva cai em solo seco.

Este cheiro almiscarado, orvalhado e complexo é produzido por rochas, argilas, minerais, bacterias, e outros componentes do solo mas principalmente é caracterizado pela presença de uma substância química que existe na terra (em praticamente todos os tipos de terra, do vaso de plantas do quintal até a mais densa floresta ou um terreno desértico) chamada Geosmina. Produzida por uma bactéria a geosmina também está presente em alguns alimentos como algumas raízes, alguns chás, peixes o que explica o gostinho de terra que sentimos em alguns alimentos específicos como por exemplo a beterraba  ou Pu'erh teas.


Estes componentes não apresentam risco para nós, ao contrário vêm sendo objeto de estudos e já foram comprovados alguns de seus benefícios na medicina.


Nos dias de chuva, este aroma se ativa junto com outros óleos voláteis expelidos por algumas espécies de vegetação e plantas acomodados no solo e aromatizam o ambiente intensamente.

Enfim, sentimos um aroma profundo e penetrante.


Você já sentiu alguma vez  o Petrichor?


PETRICHOR - cheiro de chuva, cheiro de terra molhada, cheiro de floresta , aroma da terra.

842 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

INGREDIENTES: 2 xícaras (chá) de arroz arbório 2 xícaras (chá) de shitake picado (400 g) 1,5 litro de chá preto infusionado (1 litro chá preto shimada/ 500 ml lapsang souchong) ½ cebola picada 1 xíca